Projetos Concluídos

 INTPLASTIC 

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

 

Objetivos  

 

Iniciativa para Melhoria do Potencial de Desenvolvimento e Inovação das Empresas dos Setores de Transformação de Plásticos, Espanhol, Português e do Sul de França, mediante a utilização das TIC.

O setor dos plásticos do Sudoeste Europeu é constituído por um grande número de PMEs, que se dedicam ao desenvolvimento, à conceção e fabrico dos moldes e à transformação de materiais plásticos em peças/componentes. Estas PMEs sofrem a pressão do time-to-market, e não dispõem nem de pessoal nem dos recursos económicos necessários para poderem usufruir das vantagens e das potencialidades da moderna Sociedade de Informação.

O acesso a estes dois fatores permitir-lhes-ia: dar respostas eficazes e adequadas à pressão gerada pela globalização do setor; oferecer os serviços de elevada qualidade e de elevado valor acrescentado necessários aos seus clientes que, por sua vez, aumentam a competitividade das PME’s; suportar os trabalhos de cooperação e partneriado essenciais à cadeia produtiva e facilitar o recurso a quadros com a formação adequada.

O projeto nasceu para dar resposta a estas necessidades através de um Centro Virtual (CVP) de serviços e recursos destinados às PMEs do setor dos plásticos de Espanha, Portugal e do Sul de França.

Os serviços em causa cobriram as grandes áreas das necessidades empresariais: técnica, formativa e de gestão. Um Centro Virtual é um modelo novo que se cria para associar organizações, dispersas geograficamente, com experiência industrial, com capacidade de difundir e transferir tecnologia e com uma tradição de cooperação entre elas.

Esta associação concretizou-se numa infraestrutura comum TIC, em que os custos de transferência foram substancialmente reduzidos. O CVP previu ser financeiramente autosuficiente num prazo de dois a três anos.

O projeto IntPlasTIC foi financiado pelo programa SUDOE no âmbito da iniciativa comunitária Interrreg III-B.

 

Dotar as empresas (85 % das quais PMEs) do setor do processamento e transformação de matérias plásticas do Sudoeste da Europa, de todas as ferramentas que lhes permitam obviar os seus pontos fracos e suprir as suas necessidades tecnológicas. Deste modo, o projeto contribuiu de forma significativa e direta para a melhoria do potencial de desenvolvimento e inovação, e da posição competitiva deste conjunto de empresas;

Aumento da qualidade e do desempenho dos componentes plásticos;

Diminuição dos desperdícios de energia e de materiais, para maior sustentabilidade;

Aumento da produtividade dos processos;

Aumento do conhecimento das normas e requisitos da UE e internacionais.

Para atingir estes objetivos, o CVP dirigiu a sua atenção para áreas concretas da cadeia produtiva da transformação de plásticos passíveis de serem melhoradas. Foram elas: a qualidade e desempenho das peças, o desperdício de energia de materiais, a produtividade dos processos e o conhecimento e aplicação das normas técnicas e legais (comunitárias e internacionais).

 

DURAÇÃO

01/01/2003 a 30/06/2005

 

barrainplastic

 

PARCEIROS

 

 

ASCAMM (Espanha)

AITIIP (Espanha)

GAIKER (Espanha)

CENTIMFE (Portugal)

CCG (Portugal)

Universidade do Minho (Portugal)

CEFAMOL (Portugal)

Université de Pau (França)

CCI PB (França)

ARMINES (França)